Nos próximos anos, o Brasil está prestes a vivenciar um notável aumento na terceirização de serviços de Tecnologia da Informação (TI). Esse crescimento será impulsionado por perspectivas de desenvolvimento interno e investimentos externos, o que, por sua vez, levará a uma maior demanda por fornecedores capazes de atender aos mais altos padrões do mercado em termos de qualidade de serviço, infraestrutura ágil e margem de erro próxima a zero.

Estamos prestes a testemunhar um movimento mais sofisticado no setor de outsourcing de TI. A convergência de elementos como infraestrutura e sistemas, redução de custos, eficiência operacional, economias de escala e melhoria contínua do desempenho se tornarão os principais impulsionadores desse cenário.

No Brasil, de acordo com dados de mercado, espera-se que os investimentos em TI cresçam a uma média anual de 6,9% até 2013, o que representa um influxo de US$ 16,5 bilhões no país somente em 2010. Tecnologias como Cloud, Gestão de Storage, Gestão Integrada de Redes e Soluções de Virtualização devem crescer acima da média nos próximos quatro anos, segundo previsões.

Atualmente, a terceirização se tornou um tópico estratégico de discussão. As áreas de TI estão evoluindo não apenas tecnologicamente, mas também em termos de gestão e governança de processos terceirizados. As empresas que oferecem soluções de outsourcing devem considerar cuidadosamente os interesses dos clientes, pois a decisão de migrar para a terceirização faz parte do futuro de qualquer empresa.

Uma das principais inovações no campo do outsourcing é o modelo de gestão centrado no relacionamento com o cliente. A consultoria, que não se limita à alocação de mão de obra (body shopping), mas se concentra em fornecer serviços de valor agregado com base em resultados mensuráveis de eficiência e qualidade, já demonstrou reduzir os custos operacionais de seus clientes em até 40%.

A área de TI visa funcionar como uma fonte de inteligência, transferindo a segurança, manutenção e operação da infraestrutura tecnológica para especialistas. Terceirizar responsabilidades que não fazem parte do core business, como atividades de infraestrutura (armazenamento de dados, gerenciamento de redes e equipamentos, data center, entre outros), sistemas (desenvolvimento, manutenção e modernização) e processos de negócio, tem como objetivo centralizar o foco das organizações em seu negócio principal, o que, por conseguinte, leva a melhores resultados. 

Fale com um especialista

Fale com um especialista agora, e tenha a melhor solução de TI para sua empresa.

Acompanhe a Tripletech nas redes sociais: