Os varejistas podem construir a rede de que precisam, quando precisam

As empresas de varejo – estejam elas rapidamente passando por uma transformação digital ou recuando e tomando medidas para reduzir custos, ou entre esses dois mundos buscam o melhor caminho, todas elas têm algo em comum: a necessidade de atualizar sua rede de dados e vender mais.

As que estão surfando a onda da transformação digital, estão procurando redes que possam atender às necessidades de modelos de negócio, aplicativos e serviços de varejo: por exemplo, ter lojas pop-up ou criar provadores virtuais em suas lojas, conectividade para seus clientes ou simuladores de móveis virtuais em uma loja de moveis planejados.

As que estão reduzindo custos, estão procurando maneiras de reduzir os custos de capital e operacional de suas redes: por exemplo, trocar link dedicado de lojas menores para somente banda larga para reduzir os custos.

SD-WAN  (rede WAN definida por software) e NFV (virtualização de funções de rede) farão da WAN o que os varejistas precisam que ela seja para o futuro: flexível, responsivo, eficiente e ágil.

Sua WAN pode suportar isso?

A WAN é o canal para a entrega de serviços existentes de uma loja de varejo (como sistemas de estoque e ponto de venda) e novas ofertas inovadoras. Então, precisa estar sempre disponível – sem rede, sem serviços, sem vendas.

A WAN precisa ser estável e de alta velocidade, ser capaz de fornecer aplicativos importantes de forma confiável: problemas como indisponibilidade, lentidão nos sistemas, áudio e vídeos travando, fazem a experiência ser desagradável para novos serviços na melhor das hipóteses, e simplesmente inviável ​​na pior.

Considere o seguinte:

Varejo de ponta

Desde provadores virtuais para “experimentar” roupas personalizadas para serem finalizadas enquanto o cliente espera, até a capacidade de colocar virtualmente uma nova peça de mobília em uma imagem da sala de estar do cliente, uma infinidade de novos serviços de varejo dependerá de alguma forma de Realidade Aumentada.

Oferecer RA responsivo, suave e envolvente requer capacidade suficiente na WAN e a capacidade de gerenciar o tráfego para proteger o tráfego de RA da instabilidade e perda de pacotes.

Varejo renovado: venda consultiva

Outros varejistas, como lojas de áudio ou vídeo high-end ou lojas de hardware, podem precisar suplementar a equipe no local com “especialistas”.

Em vez de ter uma equipe especializada na loja, a equipe local pode entrar em contato com a central de suporte para que os clientes possam fazer consultas online com um especialista. Ajudar com a instalação de equipamentos de áudio e vídeo na sala em que ele estiver ou sobre como religar uma tomada de um novo equipamento, podem ser feitos por um bate-papo por vídeo-chamada – desde que a rede WAN possa fornecer o vídeo e o áudio com clareza, consistência e qualidade.

Varejo renovado: lojas pop-up

Um varejista pode querer reinventar seu modelo de negócios, concentrando-se em se aproximar fisicamente de clientes em potencial adotando uma estratégia de loja flexível e dinâmica. Com o objetivo de abrir muito mais locais do que no passado, eles querem que a maioria seja menor (express), com algumas para serem móveis e outras para ser sazonais ou temporárias (por exemplo, instalados em eventos como: show, feriado, feiras de negócio).

Para suportar isso, os varejistas precisam de WAN que possam adicionar e mover locais com baixo tempo de implantação, facilidade, rapidez e sem interrupções.

Varejo por menos

Reduzir as despesas gerais é sempre uma meta, mas como os recursos precisam ser liberados para buscar novas e transformadoras iniciativas de negócios, isso se torna ainda mais crítico e urgente. Especificamente, os varejistas que querem parar de gastar com implementações e funcionalidade desnecessárias. Eles querem deixar de ter suas escolhas de WAN definidas pelas operadoras.

Para conseguirem usar o máximo do potencial da loja e das funcionamento da WAN, os varejistas precisam de uma WAN que suporte à tecnologia do momento, que seja capaz de roda diversos hardwares, de implantação flexível, capacidade e funcionalidade adequada ao negócio.

Por que a WAN precisa evoluir?

Para atender às necessidades de um modelo de negócios mais ágil e de um ambiente de negócios mais dinâmico, o design de WAN precisa ser atualizado com um conjunto diferente de atributos:   

  • A velocidade de acesso deve ser abundante e está disponível em diversas mídias 
  • A disponibilidade de serviço vai mudar rapidamente   
  • Novos serviços podem ser implantados em dias ou semanas   
  • TI irá gerenciar a WAN de forma holística   
  • O software será executado em hardware genérico   
  • Todos os serviços dependem da rede

SD-WAN é o futuro da WAN

As empresas que utilizam o SD-WAN são capazes de complementar e expandir sua rede de comunicação. Além da facilidade do aumento de banda em uma unidade, loja. O SD-WAN gerencia a priorização e o condicionamento do tráfego, para melhorar ainda mais o desempenho das aplicações. 

Além disso, protegendo também, de forma criteriosa a continuidade de serviço por meio de técnicas que vão desde a replicação de tráfego em vários caminhos até a transferência de tráfego, de um link com falha para um ativo.

No benchmark 2017 da Nemertes Research Cloud and Network (envolvendo 625 empresas), mais de 50% dos varejistas mais bem-sucedidos haviam implantado o SD-WAN.

Você precisa de SD-WAN

SD-Wan torna a entrega e o consumo de serviços de WAN mais econômico, flexível, responsivo e ágil, e posiciona a empresa para ter sucesso a médio e longo prazo.

O SD-WAN da Fortinet é uma solução avançada na sua estrutura corporativa Interna e na Nuvem com segurança avançada nativa e integrada, através de seu novo sistema operacional FortiOS 6.0.

Se você está lidando com o alto custo e as complexidades de fornecer conectividade de banda larga confiável sobre redes baseadas em operadoras, você provavelmente está considerando alguma forma de rede de banda larga gerenciada por software (SD-WAN).

 

Fale com um especialista e conheça mais sobre SD-WAN