Segundo pesquisa realizada pela consultoria Applied Research, incidentes dessa natureza custam em torno de US$ 287 mil globalmente. No Brasil esse valor salta para US$ 297,5 mil

O prejuízo gerado pela perda de dados corporativos em empresas brasileiras é maior do que a média mundial. Segundo pesquisa encomendada pela empresa de segurança da informação Symantec à consultoria Applied Research, o custo médio global de um incidente dessa natureza está em torno de 287 mil dólares – enquanto que no Brasil esse valor salta para 297,5 mil dólares. O estudo foi realizado nos meses de maio e junho deste ano, com 1.650 empresas de 24 países.

Segundo o levantamento, que ouviu 25 companhias instaladas no País, 36% das organizações enxergam como ponto crucial os custos causados com o tempo para que os sistemas voltem ao ar e 44% apontam para danos à imagem da companhia. Vale ressaltar que a mais recente estatística do Centro de Estudos e Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (Cert.br) revelou no País um volume de 218.074 incidentes reportados até março.

Outro dado relevante do estudo é o fato dele apontar que os executivos estão mais envolvidos com as estratégias ligadas à recuperação de desastres do que era observado no passado. Entre os gerentes de tecnologia, 68% disseram que avaliam a questão mais de perto, enquanto que no caso dos CIO e CTOs esse índice salta para 76%, contra 33% em 2007.

fonte: www.uol.com.br