A Fundação Mozilla divulgou um comunicado afirmando que um novo bug descoberto em seu navegador não oferece risco de invasão.

Após uma ação rápida para atualizar problemas com o compilador Just-in-time (JIT), outro problema foi encontrado no Firefox. Dessa vez a falha acontece quando o programa tenta lidar com strings Unicode muito grandes nas versões 3.0.x e 3.5.x.

Os desenvolvedores do Firefox informaram que o único sintoma que o usuário deve sentir é em relação ao desempenho do programa.

Contrariando a fundação, empresas de segurança como a Internet Storm Centre afirmam que a vulnerabilidade pode abrir espaço para a injeção de códigos maliciosos no sistema.

O blog de segurança da Mozilla, que oferece detalhes sobre o bug, diz que a avaliação dessas companhias é incorreta e que ainda não há provas ou exemplos de que o problema possa oferecer riscos sérios aos usuários.

fonte:www.infoexame.com.br