Mobilidade e home office movimentam mercado de segurança de redes

Pesquisa da Frost & Sullivan estima que receita neste segmento deve atingir US$ 568 milhões em 2014A complexidade da infraestrutura de TI aliada à adoção de equipamentos para mobilidade corporativa como netbooks, PDAs e smartphones, uso de laptops e trabalhos em regime home office estão impulsionando o mercado de segurança de redes na América Latina. A constatação é de um levantamento realizado pela consultoria Frost & Sullivan.De acordo com os dados, a receita deste segmento deve sair de US$ 234,6 milhões, em 2008, para US$ 577,9 milhões em 2014. Entre os produtos analisados, SSL VPN deve ser o que registrará maior avanço no período, com 31%. Puxada por Colômbia e Peru, a região dos Andes exibirá o maior percentual de crescimento.O avanço de SSL VPN contribuirá para uma redução na participação de Firewall/IP Sec VPN, que passará de 60% de share, em 2008, para 49%, em 2014.O estudo da Frost aponta ainda o Brasil como mercado mais estabilizado na região. O País deve responder por 36,4% da receita neste segmento, seguido pelo México, com 28,7%.Toda essa modificação na estrutura da TI e aumento de end point, de acordo com a consultoria, trará a necessidade de soluções mais robustas para garantir a segurança das redes na região. Em comunicado, a Frost & Sullivan diz que “as empresas estão implantando soluções para proteger informações confidenciais contra o acesso não autorizado.”

fonte: itweb