A montadora de equipamentos Celestica, que prestava os serviços, encerrou as operação no País

Em 2007, por ocasião de sua chegada a território brasileiro, a HTC anunciou investimentos de US$ 10 milhões em produção local, em um acordo fechado com a canadense Celestica, em Hortolândia, no interior de São Paulo. A operação aqui representou a instalação da primeira unidade de produção fora da Ásia e do Brasil comanda-se a atuação em toda a América Latina.No entanto, cerca de dois anos depois, a montadora de equipamentos eletrônicos e de informática Celestica fechou suas portas no Brasil, rescindindo os contratos com as empresas para as quais prestava serviço. Quando questionada sobre os impactos do encerramento das operações locais da Celestica, a HTC revelou que, há alguns meses não especificou quantos, decidiu interromper a produção de aparelhos no Brasil. Agora, a empresa importa 100% dos dispositivos vendidos na América Latina.Por meio de sua assessoria de imprensa, a fabricante de Taiwan de aparelhos móveis afirmou que reconsidera a possibilidade de retomar a produção no País, mas que até o momento não definiu uma data para reestabelecer as atividades na região.

fonte: Resellerweb