Gartner: TI Verde em amadurecimento

O Gartner, fornecedor de pesquisas e aconselhamento sobre tecnologia, em parceria com  World Wide Fund for Nature (WWF), anunciou o resultado de avaliação feita com 24 fornecedores do mercado de TI para se adaptar às mudanças climáticas dentro de suas empresas ajudando, desta forma, a suportar a política de redução de carbono.

A pesquisa mostrou que as empresas de TI estão imaturas em seus programas ambientais e na inovação para reduzir a emissão. A maioria delas tem se apresentado em fraco ritmo para reconhecer as mudanças do mercado e os riscos associados às mudanças climáticas. Somente alguns dos fornecedores realmente pensam na implementação de uma política de redução de carbono para suas operações ou nas oportunidades que isto pode representar aos negócios.

Dennis Pamlin, assessor em política mundial da WWF, disse que o maior desafio em uma organização que se posiciona para enfrentar as alterações climáticas é utilizar e criar soluções que emitem baixo teor de carbono. A pesquisa aponta que HP, Britishi Telecom, IBM e Fujitsu são empresas que se destacam neste sentido e que possuem programas sofisticados e com baixa produção de carbono.

A principal diferença entre os provedores de tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) foi na maneira de enfrentar o desafio. Alguns concentram-se nos seus próprios produtos para diminuir as emissões de gases que provocam o efeito estufa. Dell e Lenovo estão centradas nos 2% das emissões globais de CO2 nas tecnologias produzidas por elas, enquanto que BT, HP, Fujitsu e IBM estão começando a concentrar-se nos 2% e nos 98% restantes pretendem construir soluções para reduzir a emissão de carbono em outros setores, como por exemplo, tecnologias que diminuam a necessidade de viajar ou utilizar algum meio de transporte.

É evidente que assumir uma liderança sobre as mudanças climáticas pode criar grande competitividade. “As empresas têm planejado realizar negócios com fornecedores e olham para eles como potenciais parceiros em inovação para explorar as oportunidades de redução de carbono”, afirma Simon Minguay, vice-presidente de pesquisas do Gartner.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *