A maioria dos erros de ortografia são inocentes e apenas levemente embaraçosos. Mas existem aqueles erros que impedem você de levar US$ 850 milhões em um assalto a banco. Aí é ruim demais.

Assalto a banco realizado por hackers é descoberto por erro de ortografia

Segundo a Reuters, um erro básico de ortografia interrompeu uma série de roubos milionários no Banco Central de Bangladesh.

Os hackers conseguiram romper a segurança interna do banco e obter as credenciais necessárias para fazer transferências. Então, eles levaram essa informação para o Banco da Reserva Federal de Nova York, e fizeram mais de 30 pedidos de transferência de fundos para “entidades nas Filipinas e em Sri Lanka”.

Eles conseguiram transferir US$ 80 milhões, tornando este um dos maiores assaltos a banco em registro, de acordo com a Reuters. No entanto, um pedido para enviar US$ 20 milhões a uma organização sem fins lucrativos no Sri Lanka levantou suspeitas.

O motivo? Os hackers supostamente escreveram “fandation”, em vez de “foundation”. Ops!

O Deutsche Bank, que estava conduzindo a transferência, perguntou sobre o erro ao banco central de Bangladesh, e funcionários perceberam que algo estava errado. Além disso, também levantou suspeitas o enorme número de pedidos de transferência para o Fed de Nova York, que também contatou o banco de Bangladesh.

Assim, o golpe foi descoberto, e transações adicionais foram canceladas. No mês passado, os hackers solicitaram a transferência de mais US$ 850 milhões – algo que os bancos conseguiram impedir.

Claro, o banco central de Bangladesh ainda perdeu uma soma dolorosamente grande de dinheiro, e de acordo com a Vice, eles querem obrigar o Banco da Reserva Federal a devolvê-lo. “O Fed tinha a responsabilidade de manter o dinheiro seguro”, disse Shamim Ahamad, porta-voz da embaixada de Bangladesh nos EUA, à Vice. “Nós suspeitamos que hackers chineses fizeram isso.”

O ministro das Finanças do país, Abul Maal Abdul Muhith, teve palavras ainda mais fortes, de acordo com o jornal local Dhaka Tribune. “A falha que causou o hack foi na Reserva Federal dos Estados Unidos, por isso vamos abrir um processo no tribunal internacional contra o Fed”, disse ele.

O Fed, entretanto, está basicamente dando de ombros. “Até o momento, não há nenhuma evidência de qualquer tentativa de invadir sistemas da Reserva Federal ligada aos pagamentos em questão”, disse um porta-voz em comunicado. “Não há nenhuma evidência de que qualquer sistema do Fed tenha sido comprometido.”