O verdadeiro desafio não é medir o desempenho e sim vender o impacto e a efetividade de TI para Diretoria

O que não é medido não é gerenciado”, já diziam Robert Kaplan e David Norton

Esta máxima é realmente verdadeira em TI. Com a tecnologia, é fácil consegui uma grande quantidade de métricas e indicadores. Com a vasta quantidade de ferramentas disponíveis no mercado, o gestor facilmente consegue medir o desempenho de sua área. Não pense que os indicadores e métricas são apenas para as grandes áreas de TI, existe indicadores para as pequenas, como disponibilidade dos serviços, hardware, incidentes e cumprimento de prazos.

Medir o desempenho operacional não é mais o desafio. Provavelmente para a maioria dos gestores o desafio é apresentar para a diretoria e alto escalão os impactos e efetividade da estratégia de TI adotada.

Vejo, que é uma questão cultural da maioria das empresas. A décadas TI é vista como uma coadjuvante, com pouco resultado para o negócio, sendo vista entregando ganhos “ínfimos”, como: redução de custo (contratação de serviço, NOC, service desk), eficiência e outros. Raramente TI era consultada quando a matéria era resultado estratégico.

Desta forma, a área era raramente medida por ganhos em receitas e rentabilidade. O que vemos é TI sendo medida pela performance em processos “meio” em vez do seu impacto “fim”.

Com o desafio da Transformação Digital, o jogo está mudando.  TI está assumindo o papel de destaque nos resultados da empresa. Por esse motivo, decidir pelos melhores indicadores tem sido uma tarefa crítica para os gestores de TI, pois demonstrar valor para o negócio é fundamental.

Sendo assim, TI deixa de ser um centro de custos para se tornar um centro de resultados

As métricas tradicionais devem ser mantidas, porém, novas métricas e indicadores podem ser adotados, abaixo listamos alguns indicadores para apresentar resultados de TI.

Valor de TI

Impacto em P&L

O P&L (demonstrativo de lucros e perdas) tem a finalidade de aferir a capacidade da TI de aumentar receita ou proporcionar vantagens competitivas. Indicadores como por exemplo:

  • Margem de Contribuição e Receitas
  • Receitas provenientes de (B2B e B2C)
  • Ganhos tributários com adoção de novas tecnologias

Devem fazer parte dos relatórios de TI.

Ganhos derivados de inovação tecnológica

Um dos benefícios da inovação tecnológica é trazer opções para empresa alcançar novos patamares, como aumentar a abrangência da empresa. Desta forma, uma métrica importante para TI é identificar e quantificar os resultados obtidos com a transformação digital.

Outro benefício da transformação digital é que a empresa poderá conhecer melhor seus clientes e hábitos, desta forma, criando estratégias exclusivas, assim medindo os resultados como receita e custos.

Fatia do Orçamento de TI investido em Transformação Digital

Essa métrica tem como alvo identificar o quanto de TI “esforço” está sendo entregue para estratégias digitais. É imprescindível que as empresas posicionem o foco da área na criação de valor, reduzindo o custo operacional. Com a adoção de Cloud Computing o custo operacional deve reduzir progressivamente.

Você e seu departamento de TI tem sido questionado pela diretoria quanto à efetiva contribuição para o negócio? Caso não, que tal começar a demonstrar o valor de TI, medindo a efetividade dos projetos da TI?

Aproveite para iniciar a transformação digital em sua empresa, assim a diretoria começará a ver o quão importante TI é para o negócio.

Saiba como podemos ajudá-lo

Clique e Fale Conosco!

Acompanhe a Tripletech nas redes sociais:
Siga-nos no Facebook Tripletech Siga-nos no Twitter, Tripletech Siga-nos no Linkedin, Tripletech