Após o ataque do ransomware Wannacry na última sexta-feira, dia 12 de Maio, muitos sistemas foram atualizados mas o risco continua grande segundo as últimas estatísticas obtidas pela Avast. Na lista de paises é possível ver a porcentagem dos computadores que ainda não atualizaram os sistemas operacionais com a atualização MS17-010 da Microsoft.

Sem isso e sem uma solução de segurança com antivírus, os usuários continuarão vulneráveis aos ataques. Em termos globais, 15% dos usuários da Avast ainda não aplicaram a atualização. Os dados foram obtidos nesta segunda-feira, 15 de Maio de 2017, às 07h38 (hora de Brasília).

De acordo com a Avast, o Brasil possui 17,56% dos dispositivos vulneráveis ao ransomware WannaCry, com 2114 detecções constatadas do ransomware, apesar de a empresa de segurança não revelar em quais verticais. A Rússia foi o país mais atingido com 20,84% de dispositivos vulneráveis e a detecção de 113,692 worms. O segundo país mais vulnerável é a Indonésia, com 20,49%, mas com apenas 394 detecções comprovadas.

O Brasil é o quinto país com worms detectados ficando à frente dos Estados Unidos, com 716 detecções e da Argentina, com 742 detecções. O Brasil só fica atrás de países como Ucrânia – 26,658, Taiwan, 22,736 e Índia, 4108 de detecções do ransomware que, de acordo com dados globais, teria atingido cerca de 200 mil usuários, em 150 países. O worm “Wannacry”, bloqueia arquivos dos usuários e exige o pagamento de uma quantia em bitcoins, a moeda virtual, difícil de rastrear, caso desejem recuperar o acesso.

Se você estiver uma solução de backup, atualizações de software, ou mesmo um antivírus confiável, converse com a Tripletech. Podemos ajudar você e sua empresa a se prevenir desta e de outras ameaças virtuais!

Saiba mais sobre soluções de segurança para seu negócio!