À medida que as empresas sofrem fusões e aquisições, as instalações no local continuam em uso e as consolidações são necessárias, muitas vezes é necessário migrar os equipamentos do data center atual para o novo local.

Quando você analisa e seleciona os melhores equipamentos de sua empresa para realizar a consolidação dos sistemas, muitas vezes é necessário a movimentação desses servidores, switches para um novo local, um data center novo por exemplo. Sendo assim, muitas horas de trabalho de sua equipe serão necessárias, com potencial custo elevado para sua empresa.

Abaixo citamos algumas recomendações para planejar sua movimentação:

  1. O que movimentar?

Você pode comprar novos equipamentos, mover apenas alguns itens ou transportar tudo para o novo data center. Este é um ótimo momento para eliminar equipamentos antigos, sem garantia e renegociar aluguel dos equipamentos.

A migração do data center pode ser arriscada, caso algum equipamento apresente problema do outro lado, é importante a criação de um ambiente “bola” ou a contratação de equipamentos durante a migração ajuda a reduzir esse risco, além disso o backup este está integro.

  • Verifique como está o contrato de fornecedores de hardware, software e serviço, eles estão validos?
  • Seu fornecedor poderá acompanha-lo para o novo local? Durante a migração você pode precisar desse suporte.

É um momento bom para avaliar como está o atendimento atual de seus fornecedores e repensar se deve ou não continuar com eles.

Com o novo ambiente, você pode melhorar a disposição dos equipamentos nos racks, desta forma ganhando organização e agilidade.

Depois de escolher quais equipamentos vão ser movimentados, decida como será essa movimentação, de uma única vez ou em etapas “ondas”. O Forma ondas é interessante pois você terá equipamentos no novo local e poderá ir migrando conforme sua necessidade, caso contrário pode ser realizado em uma única etapa “onda”. Neste formado o ambiente ficará indisponível por um intervalo de tempo pré-definido. Se bem planejado não será um problema essa indisponibilidade.

Decida se você tem os recursos necessários para realizar a movimentação com sua equipe ou se precisa do auxílio de uma empresa especializada. Caso escolha uma empresa certifique-se esse parceiro tenha a experiencia necessário para o serviço de movimentação de data center.

  1. Revisão do Ambiente atual e Inventário

Antes de iniciar a movimentação dos equipamentos é necessário verificar logs de todos os dispositivos envolvidos, verificar se os backups estão em dia e funcional, se o procedimento de shutdown/power-on está atualizada e testado, se existe documentação da interligação dos equipamentos.

Nesse inventário dos equipamentos marque todos os equipamentos que serão transferidos e os que vão fica no datacenter antigo, avise todos os fornecedores que você está de mudança, em caso de suporte eles precisam saber para onde foi o equipamento.

Agora é a hora de configurar ou ajustar a recuperação de desastres ou backups. É aconselhável ter um backup físico, bem como um na nuvem. Testar a recuperação de desastres é uma boa maneira de se preparar para o movimento real.

  1. Dia D – Move Data Center

Após realizar todo o inventário, realizar os testes prévios é hora de reunir a equipe e marcar o dia da movimentação dos equipamentos “dia D”.

A Data de movimentação do data center, deve ser em um período que tenha o menor impacto para o negócio da empresa, como um final de semana, feriado ou um período do ano! A movimentação geralmente ocorre fora do horário comercial, tenha a certeza que tem os acessos necessários.

  • Crie grupos que serão responsáveis pela movimentação física, lógica e transporte dos equipamentos.
  • Crie um cronograma com as atividades que devem ser realizadas pelas equipes, (Verificar backup, shutdown, desmontagem, transporte e etc.)
  • Criei uma análise de risco para saber quais ações tomadas em caso de problemas.

Separe os equipamentos em pacote/caixas com etiquetas e anotações necessárias para melhor organizar a desmontagem, transporte e montagem dos equipamentos no destino, em seu sistema defina como será a movimentação dos equipamentos, por exemplo: mover sistemas críticos ou move equipamentos em sequência de Racks.

Descarte os equipamentos e acessórios que não serão movimentados, coloque uma identificação com o destino desses equipamentos, exemplo (leilão, almoxarifado).

Certifique-se que nenhum dado permaneça do equipamento, utilize algum sistema de limpeza de dados para garantia.

  1. Documentação e Teste

Depois de tudo montado, instalado, começa a fase final de testes.

Faça um check dos equipamentos instalado com sua lista de inventário, verifique se está tudo conforme o planejado. Iniciei seus procedimentos de power-on, realizei todos os testes necessários, acesso a discos, sistemas, internet e outros que julgar necessário.

Após tudo estar funcionando, avalie se sua movimentação foi um sucesso.

  • Conseguiu bater o tempo planejado?
  • Precisa atualizar algum ponto da documentação?
  •  Ocorreu algum problema que não estava planejado?

Verifique com os gestores e equipes se houve algum problema após a migração.

Há muito o que acompanhar durante uma migração do data center, essas etapas são a base para ajudá-lo a pensar sobre como, o que, onde, quando será sua movimentação de equipamentos e sistemas. Um dos pontos mais importante é a documentação de todo o processo, desta forma você terá o caminho para realizar sua migração com sucesso, o outro é ter uma equipe especializada no serviço de movimentação de data center.

Você deixaria qualquer equipe mexer no coração da empresa?

ENTRE EM CONTATO E TIRA SUAS DÚVIDAS.

SERÁ UM PRAZER ATENDER VOCÊ!

Fale Conosco!

 

ACOMPANHE A TRIPLETECH NAS REDES SOCIAIS:
Siga-nos no Facebook Tripletech Siga-nos no Twitter, Tripletech Siga-nos no Linkedin, Tripletech